ConstelaSons: Música, energia e sensibilidade

03/06/2015

Constelasons: Constelação Familiar com Música Integrativa
Vivência em São Paulo com a consteladora musical  Marly Cordeiro e o músico Daniel Ramam

A simpatia e o sorriso de cada um do grupo escondem, por trás, a aflição. Todos que estão ali querem dissolver algo que está sobrando em suas vidas: um sentimento, um impasse, algo incomodo que pede uma solução. Logo são aconchegados pela doce voz da consteladora Marly Cordeiro e pela suavidade dos sons dos instrumentos tocados por Daniel Ramam.

Depois de um ritual de aquecimento para o corpo – e também para a alma – com cantorias, danças e muita integração entre todos, cada um é convidado a dizer uma palavra. Nessa hora aparecem os desejos, as vontades, um resumo do que levou cada um até lá: Amor, fé, gratidão, paz, serenidade… A chuva de bênçãos cai sobre todos e chega a hora de começar a tratar, “vamos constelar”.

Novamente Daniel Raman toca seus instrumentos, enquanto Marly Cordeiro é tomada por uma onda energética, que todos daquela sala podem sentir. Cada história contada tem um desfecho, algumas acompanhadas de choros, gritos, risadas, abraços e sempre o alívio no final. É como se achássemos uma luz no fim de um túnel onde estávamos aprisionados. Problemas financeiros, amorosos, de vidas passadas… Tudo é dissolvido em uma espécie de “teatro”, em que cada um que está lá vira personagem da história do outro e é guiado por uma força que toma conta do lugar. “Obedeça os impulsos do corpo.”

Com toda sensibilidade, Marly Cordeiro começa a cantar, podemos não entender o motivo, mas para quem está constelando faz todo sentido, remete à infância, lugares, pessoas… “Sim, todo amor é sagrado…”

Na conclusão de cada caso, uma constatação: Recebemos a carga de tudo que acontece com nossos familiares e pessoas que se relacionam conosco e muitas vezes ficamos presos a emoções e situações do passado. Esse trabalho é uma chave para a libertação. 
Luis Biazon (participante)

  • Postado por:
  • Marly Cordeiro
  • TSFI
Comentários